sábado, 15 de maio de 2010

Olho, vivo


Olho o homem que vem e que passa!
Olho o menino parando pra olhar!
Olho o garoto crescido crescendo!
Olho o tempo! Olho a rua envelhecendo!
Olho a mãe levando a vida!
Olho a vida levando a mãe!
Olho a rua, olha a lua!
Olho os pés cansados de andar!
Olho os olhos cansados de olhar!
Olho a curva!
Olho a jovem que se junta ao movimento!
Olho a mudança! Olho a andança! Olho a dança!
Olho o instante, olho o momento!
Olho a vida, finita, correndo!

2 comentários:

Ronyere disse...

XD muito bom...

quando se olha para o vazio vemos coisas bem interessantes.

Beatrice Monteiro. disse...

Pois é, Ronyere, muitas vezes o melhor está nas entrelinhas :)