segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

"Jogue suas mãos para o céu e agradeça..."

Estamos quase sempre pedindo alguma coisa aos céus. Desejando uma certa graça. Esperando uma dada oportunidade. Sonhando com aqueeele momento. Mil e uma vontades a serem realizadas, mas no meio destas, quantos agradecimentos? Quantos “muito obrigada” pelo hoje, pelo presente, por aquilo que se tem nas mãos? Sempre insatisfeitos, sempre querendo mais. Acomodar-se? Nunca. Mas é preciso agradecer. E são tantas coisas para agradecer quando você para pra olhar. Coisas que podem até parecer pequenas ou corriqueiras, mas que na verdade, se você prestar atenção, formam sua vida. Seu mundo. Seu eu.
Não espere ficar sozinho para agradecer a presença de seus amigos. Não espere ficar doente para agradecer sua boa saúde. Não espere sentir fome para agradecer seu prato de cada dia. Não espere o sofrimento para agradecer sua paz de espírito. Não é preciso perder para saber o valor das coisas. Basta olhar com cuidado, sentir com o coração, com a alma e você verá como ama seus amigos, como você se sente bem de saúde, como come bem ou como está em paz com o mundo. A resposta não está em um suposto futuro, nem em uma sonhada oferta de emprego, nem em uma determinada pessoa, seja ela quem for... A resposta para todas as suas perguntas está sempre com você. Viver é a resposta.
E não esqueça de agradecer. E eu queria aproveitar o ensejo para agradecer por este espaço, pela oportunidade de me expressar através dele. Agradecer à pessoa que resolveu dividir seu coração de tinta comigo. Ao poeta que tanto me encanta, ao amigo que tantas vezes me escuta, ao companheiro que faz segura a seu lado, ao garoto que me faz tão alegre e ao homem que me faz tão feliz. Muito obrigada, Ismael. Nem mil posts seriam o bastante para agradecer a sua presença adocicada na minha vida. E obrigada também a todos que leram estas palavras. Nunca esqueçam de agradecer.

2 comentários:

Ismael Alves disse...

Beatrice, você têm sido o presente de Deus na minha vida. Um presente real de um Deus tão bom.
Sou tão feliz ao teu lado, que intitulo o meu sorriso pro mundo com a mais simples e mais intensa palavra que eu poderia balbuciar, gritar e dizer: AMOR!!!
E aí que fica a minha graça. E aí que fica uma graça. Feita pelo destino. Feito pelo que somos. Feita pelos nossos corações, amor.
Ótimo texto.

Beatrice Monteiro. disse...

Obrigada, amor... Tenho mais é que levantar as mãos para os céus e agradecer mesmo! =D!!