terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A resposta

Ele me perguntou o que eu sentia. Eu respondi rápido, mas depois fiquei pensando na pergunta... E questionei a mim mesma:
"O que eu sinto por ele?"
Sim, o que eu sinto? Eu diria que é uma mistura, um todo excitante de paixão, forte admiração, amizade, parceria e amor, muito amor... Uma mistura que parece entrar em ebulição sempre que ele está por perto.
Sim e um desejo, permanente e gritante, de fazê-lo feliz, de curar suas mágoas do passado e aliviar as dores de agora, um desejo enorme e constante de confortá-lo e trazer a ele paz de espírito, uma vontade louca de ver aquele sorriso dançando em seu rosto e aqueles olhos brilhando como eu tanto gosto...
Tentando expressar com palavras, é isso que eu sinto. E é nesse tipo de sentimento que eu deposito minha fé!

2 comentários:

Ismael Alves disse...

Beatrice parece conseguir falar sempre sobre os nossos sentimentos.
Me encanta a maneira como ela descreve toda a nossa história.
Somos jovens, e experimentamos inúmeros sentimentos. E somos palcos das acões que vivemos.
Beatrice saca essa mistura de tons, e os descreve com a intensidade do que foi vivido.
Isso me faz me apaixonar cada vez mais por ela.

Beatrice Monteiro. disse...

Hmm eu agradeço pelas palavras, amor! Mas discordo um pouco: não dá pra descrever com a mesma intensidade do que foi vivido! Ou pelo menos eu ainda não consegui.. Mas faço o máximo que eu posso para por isso em palavras. Te amo!