domingo, 18 de março de 2012

Querer, verbo transitivo

Querer é um verbo transitivo, pois quem quer precisa de um objeto para completar-lhe o sentido. Aquele que quer, quer algo ou alguém - uma carência tão direta que corrói. Quem quer não quer nada que o separe de seu objeto. O que seria do sujeito sem seu alvo? Sem o objeto de sua oração? Em qualquer tempo, alguém quer algo ou alguém... De qualquer modo, alguém quer algo ou alguém. O querer pede um alvo, ainda que o sujeito seja paciente, ainda que o objeto não seja comum ou concreto, ainda que o querer seja impróprio. O alvo do querer pode ficar subentendido, mas ainda está lá, no centro da necessidade. Sim, querer é um verbo transitivo, porque nosso desejo é objetivo e direto.

2 comentários:

Cíntia Raquel disse...

Aplausos e reverências ... Uma fã de carteirinha ! \o//o\ (aplausos)

Ismael Alves disse...

Muito bom mesmo!!!