domingo, 31 de janeiro de 2010

Poesia em silêncio



Você não vê?
Minha alma corroída pelo medo?
Minha boca já dormente de desejo?
Minhas veias entupidas de veneno?

Você não ouve?
Os meus nervos trabalhando sem descanso?
O meu peito sufocado já gritando?
E a inspiração soprando versos em meu cabelo?

Você não sente?
A ternura desses dia tão intensos?
A loucura nesses beijos tão imensos?
E a poesia declamada em silêncio?

2 comentários:

kathe moller disse...

q lindo!
lindo lindo lindo
você sabe dar força a cada palavra dando magia a cada verso.
muito lindo isso!
parabéns

Beatrice Monteiro. disse...

Brigadão, Lari, pelo comentário e pelos elogios =)
Beijão!!