sábado, 27 de março de 2010

Carta para o amor...


...
Meu bem,
Declaro-me apaixonado por teus versos.
E verso que o amor de teu peito é igual ao meu.
Nesses dias que passaram,
Penso nos dias que viram...
E me sinto feliz.
Feliz, como nunca fui antes.
Felicidade essa, que parece esquecida de medidas.
Menino levado sou eu, eu sei,
com pensamentos tão bobos.
Mas bobo eu sou, na medida do possível.
Feliz na condição de ser só teu.
Por fim, vim pra te confessar...
Quero lhe confessar que... te amo.
Amo-lhe com a intensidade de um verso, amor.  

2 comentários:

Beatrice Monteiro. disse...

Linda carta... Lindas palavras...
Amo você "com a batida desse coração".

luAna disse...

Realmente uma linda carta!!