quinta-feira, 18 de março de 2010

Quando um coração não se apaga...

Nenhuma outra estrela se apaga
A criança contínua, sorri
Os pés continuam na estrada

Quando um coração não se apaga
A flecha já não sai ferindo
O golpe já sai desistindo
O amor o orgulho não apaga

Quando um coração não se apaga
Acende no escuro uma vela
E dá coragem pra outros
Também acenderem suas velas

Quando um coração não se apaga
Acende no céu uma estrela
E dá coragem pra que outras
No céu apareçam acesas

Quando um coração não se apaga
A vida também não se apaga
A morte já não é tão triste
A morte desfaz, mas não apaga

Só os corações esquecem a esperança
Só os corações desistem deles mesmos
Mal sabem eles que conseguem ser mais fortes
Mais fortes até que eles mesmos


Desenho e texto da minha irmã, amiga e alegria, Ludmila Nascimento Monteiro, a Lulu! =)

Um comentário:

Beatrice Monteiro. disse...

Imagina se eu sou coruja! ahauhaua